Este é o meu blog pessoal, aqui vou escrever o que se vai passando na minha vida e dando as minhas opiniões sobre os assuntos que me rodeiam. Irei ainda procurar mexer no meu passado e nas pessoas que tiveram um papel importante na minha vida.
Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009
Quando a policia só atrapalha.

Como é costume sai de casa uma hora antes do horário previsto para entrar no meu local de trabalho.

Sei que pela frente tenho cerca de 25 km até á sede (Alverca - Alfragide) onde vou buscar o serviço para o resto do dia.
Normalmente e já contando com algum imprevisto faço o percurso em 30 minutos, na pior da hipóteses em 45 minutos. Isto quando acontecem alguns acidentes.
 
Mas para complicar por vezes há aqueles dias em que a polícia resolve realizar operações STOP, em busca de materiais sem guias e a respectiva multa. Nestes dias o objectivo não é garantir maior segurança no transito, nestes dias nem sequer é garantir a qualidade dos alimentos que chegam aos locais de venda, nestes dias o único objectivo é caçar de forma fácil uns milhares de euros á conta da falta de guias que na maioria dos casos é quase impossível de ter.
O meu caso é disso um exemplo, pois ando todos os dias com uma viatura que tem diversas peças de uso diário, e que torna complicada a realização de guias com exactidão.
 
Mas isso ainda é o menos, o pior é mesmo a altura e os locais escolhidos para estas operações STOP, no meu caso tem sido uma constante vê-las a seguir ás portagens de Alverca, entupindo completamente as saídas de Alverca e o respectivo acesso á auto-estrada, chegando mesmo a provocar acidentes, que em alguns casos só acontecem por culpa da policia, outro dos locais habituais, é na rotunda de Santa Iria á saída da auto-estrada e acesso ao IC2, causando também nestes casos terríveis incómodos no transito.
 
Sou daqueles que defendo um forte controle no trânsito e nas práticas de condução, mas estas operações nada abonam em prol de uma maior segurança.
Esta prática em nada favorece quem não excede a velocidade, esta prática não distingue quem respeita as regras de transito, esta é uma prática que apenas procura a multa fácil e prejudica fortemente quem trabalha.
Eu concordo que os transportes de alimentos sejam fortemente inspeccionados, mas a melhor forma de o fazer seria fazendo investigações e abordagens directas á saída dos alimentos das fábricas ou armazéns, como por exemplo directamente no MARL , esta seria uma forma de não prejudicar o transito e quem sabe garantir uma maior qualidade no que comemos.
Parece-me que práticas como tenho vindo a assistir levam-me a pensar que a polícia por vezes só atrapalha.


publicado por Paulo Condesso às 22:15
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Hoje apeteceu-me escrever...

Exploração de mão de obra...

Vale a pena as claques no...

Carta de um aluno para um...

O Vinho

Sacavenense

Santiago Barnabéu

Férias 2008

Discrição da minha grande...

Um pouco de bom Humor

2010

Bem vinda sejas Carlota

Carta de reclamação para ...

Férias de Verão 2009

Voltei

Dia do pai

O meu menino , é um Karat...

Fim de semana em familia

Quase um mês em perspecti...

Porto - Benfica

Quando a policia só atrap...

Porque o tempo é complica...

Fotos de Unhais

A distancia forçada

Fim de semana

Uma noite de amor

Esteiros - um livro

A taça da Liga ou a taça ...

Com os olhos postos na Am...

Uma musica da minha vida

arquivos

Outubro 2011

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

tags

todas as tags

favoritos

As nossas equipas

Noticias

Observadores das minhas histórias
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds